sábado, julho 29, 2017

Piazza Armerina - e sua Villa Romana del Casale


Detalhe da Villa Romana del Casale

Uma sala para ginástica. Corpo de meninas bem trabalhado, forte e musculoso. Mãos portando adereços que parecem usados para atividades físicas. Todas elas usando biquini. Até aí nada que hoje não se veja nas muitas academias espalhadas pelo mundo...Por que, então, fiquei surpresa?



Centro da Piazza Armerina


Fiquei surpresa por ter admirado essa cena retratada  em um mosaico romano, na Villa Romana del Casale, na impressionante Piazza Armerina, na Província de Enna, na Sicilia - a ilha mais importante do Mediterrâneo, a região mais vasta de toda a Itália.



Villa Romana del Casale


Com aproximadamente 23 mil habitantes, chega-se a Piazza Armerina de ônibus ou de carro. Muitos turistas circulam pela cidade, que tem prédios históricos imponentes e bem cuidados, como a Catedral, uma construção barroca do século XII, localizada no ponto mais alto da cidade.



Villa Romana del Casale : mosaicos no piso 


A  principal atração desta cidade - que se divide entre medieval e barroca - é esse  achado arqueológico da época romana da Sicília : a Villa Romana del Casale, mais especificamente os seus mosaicos, que foi incluída na lista da UNESCO como Patrimônio da Humanidade.



Mosaicos na decoração do piso da Villa


A descoberta  da Villa começou  quando, em 1820, encontraram algumas colunas e começaram escavações que levaram a descoberta desta morada imperial, possivelmente mandada construir por Maximiano, co-imperador de Diocleciano, ao redor dos séculos III - IV d.C. Teria sido Constantino que finalizara a decoração do local.




Delicadeza dos mosaicos


Após essa descoberta, há um período sem grandes investimentos nas escavações. Nos anos 30, entretanto, as escavações são retomadas e descobrem-se outras habitações com pavimentações de mosaicos. Face a importância das descobertas, novas campanhas são realizadas, dessa vez  com apoio total do Estado.



Mosaicos com quase dois mil anos....


Atualmente, as escavações já descobriram mais de 3500 metros quadrados de pavimentações. De fato, pouco restou da antiga morada imperial. O piso, no entanto, revela belíssimos mosaicos remanescentes da antiguidade romana, destacando-se as cenas mitológicas, domésticas e de caça, em paisagens que se enquadram no cenário natural do espaço ao redor da Villa.



                                                    Mosaicos que mostram cenas de caça


A Villa Romana del Casale está a 6 km da Piazza Armerina. A melhor forma de chegar até ela é mesmo contratar um táxi - se possível, acertem também um horário para o mesmo táxi fazer o retorno à cidade.  No verão, está aberta das 9h às 16h30 min. Acredito ser uma visita que se pode sugerir sem medo de errar.


Cena de caça

"Não tenho pressa: não a têm o sol e a lua.
Ninguém anda mais depressa do que as pernas que tem.
Se onde quero estar é longe, não estou lá num momento.
Sim: existo dentro do meu corpo.




Mosaicos da Villa



Não trago o sol nem a lua na algibeira.
Não quero conquistar mundos porque dormi mal (...)



Idem

Não: filho da terra, que se der um salto, está em falso,
Um momento no ar que não é para nós,
E só contente quando os pés lhe batem outra vez na terra,
Traz! na realidade que não falta!




Idem

Não tenho pressa. Pressa de quê?
Não têm pressa o sol e a lua: estão certos.
Ter pressa é crer que a gente passe adiante das pernas,
Ou que, dando um pulo, salte por cima da sombra.
Não; não tenho pressa."

Fernando Pessoa


Cenário de Chegada à Villa